Nova visão empresarial: questão de sobrevivência

s

Nova visão empresarial: questão de sobrevivência

Mais do que fazer sua empresa evoluir, ter uma nova percepção do negócio é o passo para continuar existindo.

Em 10 anos, cerca de 40% dos negócios que hoje fazem parte da nossa rotina terão deixado de existir. O dado está no livro *”O Novo Código da Cultura: Vida ou Morte na Era Exponencial”*, de Sandro Magaldi e José Salibi Neto.

Diante de tal afirmação, a pergunta é inevitável: seu negócio estará entre os 40% de “finados” ou ganhando dinheiro entre os sobreviventes?

A resposta é complexa. Mas tenho uma pista: avalie a capacidade de inovação da sua empresa e saberás se a condenação está próxima ou distante.

Inovação: este é um dos principais valores a serem desenvolvidos neste novo mundo. A probabilidade de sobrevivência do seu negócio está diretamente relacionado à abertura para o novo, para a abertura à transformação, à mudança cultural na empresa.

Empresas tradicionais, engessadas, já sentem o reflexo deste novo momento da economia e das empresas não só por causa da Pandemia de Coronavírus, mas principalmente pela ruptura causada pelo avanço tecnológico. Por outro lado, todos os gigantes do mercado mundial têm a transformação e a inovação no seu DNA. Amazon, Google, Apple, Tesla…

Magaldi e Salibi Neto cravam no mesmo livro: *”A maioria das organizações que sucumbiram nos últimos anos não falharam apenas por fazer as coisas erradas. Falharam, sobretudo, por fazerem a mesma coisa certa durante muito tempo”*. Bingo!

Ah… quer exemplos? Kodak, Motorola, Blockbuster, Enron, General Electric…

Baseado nestes exemplos, arrisco uma receita para o sucesso. Os ingredientes: inovação, transformação, tecnologia, um olhar diferenciado para o mercado. E mais: entender o cliente, o processo de produção, olhar para si e decidir se reinventar é a estratégia da sobrevivência. Tudo isso com doses generosas de humildade e coragem.

De todos os meus clientes de mentoria empresarial, tenho orgulho em dizer que todos – 100% – sobreviveram ao fechamento e às restrições impostos pela Pandemia e já estão com resultados até melhores do que antes do surgimento da Covid-19. E esse sucesso se deve a dois fatores primordiais: inteligência emocional e capacidade de se reinventar.

Em todos os casos, os empresários entenderam que não dava mais para fazer a mesma coisa. Abandonaram velhos paradigmas, construíram uma nova cultura organizacional e, de forma proativa, fizeram o que tinham que fazer.

Se lembrarmos a frase de Stephen Hawking – *”Inteligência é a capacidade de se adaptar à mudança* -, podemos dizer que esses empresários foram inteligentes.

É o momento de olhar para dentro da sua empresa, avaliar a cultura organizacional e entender que é hora de mudar. Por onde começar? Pelo seu próprio mundo interior. Quebrar crenças, buscar mais conhecimento e, com ajuda de uma mentoria, iniciar o processo de transformação de dentro para fora.

O mundo mudou. Se sua empresa mudar, estará adaptada a este novo mundo e pronta para prosperar. Se sua empresa não mudar, lamento dizer, mas corre o sério risco de desaparecer.

No Comments

Post A Comment